quinta-feira, 4 de março de 2010

Ishkur's Best of 2009 (filmes)

Conforme prometido e depois do best of em música aqui ficam as escolhas no que a cinema diz respeito. Relembro que estas escolhas são uma opinião pessoal e uma lista de sugestões. Lamentavelmente muito filme terá ficado por ver, mas ainda assim foi um bom ano com escolhas interessantes e algumas surpresas.


#1
Lars von Trier

Foi o filme que mais me marcou. Arrebatador e com uma série de interpretações e significados profundos que a meu ver culminam num ensaio sobre a natureza humana. Foi sugerido n' O Ninho anteriormente e podem ler a crítica detalhada aqui. Uma obra perfeita em todos os seus pormenores e que me deixou rendido.

#2
Christian Alvart

Sofreu de um síndrome que infelizmente perdura em Portugal... não estreou em sala. Ou se estreou foi nalgum lugar ao qual não se fez publicidade porque pessoalmente não vi nada alusivo ao filme. Seja como for vale bem a pena que se dêem ao trabalho de o procurar seja em DVD ou nos meadros da web. É o regresso de um estilo que estava adormecido, o thriller sci-fi, género que a indústria tem desprezado. E é uma obra muito bem conseguida. História cativante, bom terror psicológico, boas actuações e uma atenção cuidada nos cenários e ambiente. Um surpresa muito agradável.

#3 
Låt den rätte komma in (Let the right one in)
Tomas Alfredson

Também sugerido n' O Ninho aqui. Um exercício muito interessante e diferente do habitual no que diz respeito à temática retratada. Envolver vampiros da forma como é feito neste filme é sem dúvida refrescante, sendo que na essência se revelou um romance/drama de características muito próprias. Vale também pela fotografia e mood geral do filme. Terá passado ao lado de muito boa gente mas é claramente um dos filmes do ano.

#4
Quentin Tarantino

Quando há filme novo de Tarantino o mais difícil mesmo é não ser bom. E de facto, confirmou-se apenas o esperado. Mais um óptimo filme de Tarantino, com muito humor negro e sarcasmo. Serviu também para revelar aquela que terá sido uma das actuações do ano... a do actor Christoph Waltz no papel do coronel Hans Landa. Um mimo e digno de registo.

#5
Jacques Audiard

Um drama intenso e muito bem concretizado. O cinema francês continua a marcar presença entre os destaques anuais. A história de Malik El Djebena contada em tom algo poético. Mexe com emoções, faz-nos acarinhar o personagem e tem pequenos toques de autor que ficaram interessantes. Recomenda-se vivamente e é outra das surpresas do ano para mim. Nomeado para Óscar.

#6
Clint Eastwood

Ainda que referente a 2008, altura em que foi mais falado, só estreou em Portugal em Março de 2009. Levei algum tempo a vê-lo mas quando o fiz não me arrependi e percebi o que andava a perder. Eastwood mantém a boa forma e realiza aqui um belo filme, muito emocional e capaz de deixar a lágrima no canto do olho ao mais rijo de todos. Já figura no Top 250 do IMDB, o que não é grande surpresa.

#7
Neill Blonkamp

Prometia muito pelo trailer. Confirmou o esperado e surpreendeu ainda mais. Sem um orçamento astronómico este filme consegue efeitos de qualidade superior. Aliado a isto um argumento interessante e uma história que nos consegue cativar. Também corre pelos Óscares e nem aqui há surpresas. Outra entrada no Top 250 do IMDB

#8
J.J. Abrams

Goste-se ou não da série a verdade é que o regresso de Star Trek foi alcançado em grande. Acima de tudo marcou-me pelo humor inteligente e pelo óptimo trabalho de casting dos personagens. Não é certamente uma obra-prima mas foi dos filmes que mais satisfação me deram ao sair da sala de cinema. Pegar numa série de culto nem sempre dá bom resultado, aqui o saldo final é muito positivo. Também corre pelos Óscares e figura já no Top 250 do IMDB.

#9
Kathryn Bigelow

Um dos últimos filmes que vi, de entre os listados. Um drama em tempo de guerra que se foca sobretudo nos personagens em sim e não no conflito. Neste caso uma equipa de desarmamento de bombas. É um filme que assenta na simplicidade com que as coisas são feitas, procurando assim destacar a mensagem final. Não será extraordinário para muitos, correndo o risco de parecer banal. Mas a meu ver é um filme cativante e não concordo nada com essa visão. Foi uma surpresa inesperada porque não foi alvo de muito destaque. Recomenda-se!

#10
Todd Phillips

Para a derradeira posição guardei The Hangover. Este filme merece de facto ser destacado porque pessoalmente acho que foi muito bem conseguido. A comédia hoje em dia atravessa um deserto de ideias no cinema, apresentando-se em resultados finais deploráveis. Logo é muito raro encontrar um filme que se destaque... Hangover teve esse efeito em mim. Uma série de cenas brilhantes com um humor muito negro e recorrendo menos que habitual à piada fácil e gasta. Os personagens estão óptimos e o que conta no final é que me ri e diverti muito com este filme. Como tal merece o aplauso. São raras as comédias que figurem na minha lista de favoritos.



Finalmente, um destaque para dois filmes: Avatar e Zombieland

Avatar porque só não figura nesta lista porque não foi genial. A história poderia ter sido mais trabalhada e o resultado seria estrondoso. Mas efectivamente trata-se de um filme que marca uma época no cinema. Para lá dos 3D, os cenários imaginados e concretizados são de facto arrebatadores.
Zombieland porque acho um filme que toda a gente devia ver. Cheio de conselhos úteis! Não é uma comédia absolutamente brilhante mas é uma óptima forma de entretenimento que vale por pequenas pérolas.

2 comentários:

elektrao disse...

Só me desapontas...

Então e O Wrestler? O Frost/Nixon? O Vicky Cristina Barcelona? O Rapaz do PIjama às riscas? Até mesmo o Watchmen comparando com algumas coisas que colocaste aí.. vá lá que não colocaste o Milk ou o A Duquesa ou o Quem Quer ser bilionário.. ou o Wolverine.. :P

Ishkur disse...

O Wrestler, o Frost/Nixon, O Rapaz do Pijama e o Vicky são de 2008. Não os quis incluir aqui apesar de terem estreado em Portugal em principio de 2009 porque ia valorizar muito mais o ano de 2008. Só o fiz no caso do Gran Torino porque vi realmente no final de 2009 quase.

O Vicky em particular fiz review aqui e adorei e para mim foi dos melhores de 2008 sem dúvida! =) Wrestler ainda não vi porque ainda não tive pachorra confesso...

A gaffe aqui foi de facto o Watchmen...que poderia ter entrado facilmente no top 10. Mas por algum motivo tinha ideia q tinha sido final de 2008. Nesse dou-te razão, figurava aqui na boa. =)